terça-feira, 9 de agosto de 2016

Consultoria conservadora desmente o mito de que o PT teria "destruído" o Brasil

Gráfico com os países do mundo colocados em 4 quadrantes
Será que o PT destruiu o país, como o anti-petismo patológico alega? Segundo o Boston Consulting Group, parece que não.

No gráfico acima, do estudo SEDA, os países estão divididos verticalmente entre os que estão melhorando (esq) e os que estão decaindo (dir). Na divisão horizontal, estão os países com bom desenvolvimento (no alto) e os pobres (embaixo). O Brasil aparece no quadrante dos países com bom desenvolvimento e que não estão decaindo. Não é nenhuma posição extraordinária, mas desmente a ideia de que "o PT destruiu o país". O Brasil vai bem para quem arrecada 5 mil dólares per capita, obrigado.

Não é um petista que está dizendo, é uma consultoria liberal-conservadora.

Mais detalhes sobre o estudo SEDA do BCG.

O lugar do Brasil no mundo globalizado

PIB per capita relacionado com o índice SEDA. O tamanho das bolinhas é relativo ao tamanho da população. O Brasil está 67ª posição do ranking SEDA, um pouco melhor do que no ranking do PIB per capita.
O Produto Interno Bruto não é a melhor maneira de se aferir a riqueza dos países. Pensando nisto, o Boston Consulting Group criou o Sustainable Economic Development Assessment (SEDA) como "um diagnóstico desenhado para fornecer a líderes uma perspectiva de quanto efetivamente países convertem riqueza, medida pelos níveis de rendimentos, em bem-estar".

O SEDA usa 44 indicadores divididos em três eixos: Economia, Investimentos e Sustentabilidade.
  1. Economia leva em consideração Rendimentos, Estabilidade econômica e Emprego.
  2. Investimentos considera Saúde, Educação e Infraestrutura. 
  3. Sustentabilidade inclui Igualdade de rendimentos (Índice GINI), Sociedade Civil, Governança e Ambiente.
Leitura liberal-conservadora que vale a pena, para conhecermos a realidade brasileira e mundial.
Abaixo, o ranking dos países conforme a SEDA:



Salário de professora primária na Europa


Mapa da Europa com números de dois dígitos em cada país

Mapa do excelente blog de  um linguista que gosta de ciências e mapas.

Uma professora finlandesa ganha 42 mil dólares ppp ao ano. Equivalem a 133 mil reais, ou 10 mil reais por mês, no Brasil (ago 2016, dólar a R$ 3,16).

O Brasil arrecada 4 ou 5 vezes menos que estes países europeus e, portanto, nossas professoras recebem proporcionalmente menos. Mas nossas alunas tiram notas relativamente mais altas nos testes PISA.

Só que isto NUNCA é explicado pela imprensa privada, que prefere a abordagem vira-lata "Brasil está nas últimas posições no ranking da Educação".

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Brasil está apenas na 46ª posição no ranking da dívida pública

A dívida pública brasileira não é nada preocupante, se a compararmos com a de outros países. Estamos na posição nº 46, entre 182 países listados abaixo.

A lição que aprendemos vendo dados relacionados e contextualizados é que não podemos acreditar em notícias da imprensa privada golpista.

Os dados, falando nisto, são da organização de propaganda ultraconservadora The Heritage Foundation.

A planilha está compartilhada.


segunda-feira, 25 de abril de 2016

Brasil é a 7ª economia do mundo, embora esteja em 69º lugar em PIB per capita

O Brasil estava, no início de 2016, em 7º lugar no ranking do PIB nominal. Isto é bom para falar de igual para igual com os grandes países do mundo.

Mas nosso PIB per capita -- medida que reflete melhor a riqueza de um país -- é o 69º do mundo.

Ou seja: podemos falar grosso porque somos grandes, mas temos muitos problemas porque somos pobres.

Brasil tem o 69º PIB per capita em 2016

Segundo a instituição ultraconservadora The Heritage Foundation, em 2016, o Brasil está na posição 69 do ranking de PIB per capita, embora ocupe a 7ª posição em PIB nominal.

Um detalhe interessante é a posição da China. Cada vez mais rica, seus produtos começam a encarecer, o que fará muito bem às exportações brasileiras e a quem produz para nosso mercado interno substituindo produtos chineses.



quarta-feira, 20 de abril de 2016

Brasil tem a 48ª arrecadação per capita do mundo, em 2016

Abaixo está a arrecadação per capita dos principais países do mundo. Apesar de ser a 7ª economia mundial, o Brasil tem apenas a 48ª arrecadação per capita, três ou quatro vezes menor que a de países desenvolvidos.

Não caia na armadilha de economistas que comparam a porcentagem da carga tributária para sustentar que o Brasil gasta mal. Gente como Gustavo Ioshpe, que tem mestrado por Yale. Você acha que ele seria tão despreparado a ponto de cometer por engano um erro crasso destes? Não, isto é tática da zelite para manipular mentes (ele se julga elite, é elite e acha que quem deve governar é a elite).

Confesse, você caiu nesta! Achou que o Brasil tem a mesma riqueza dos países ricos e não faz as coisas por incompetência, não?

Eu caí.

Caía.

Fui fazer as contas para ver se era isto mesmo. Não era nada do que diziam.

Cara, que grande sacanagem esses caras fazem! Eles usam os valores errados só para confundir! Atitude desonesta, maucaratista, manipuladora, corrupta!

A conta tem que ser feita pela arrecadação por cabeça (per capita). É daí que sai o dinheiro de verdade para os governos fazerem as coisas.

Este valor eu mostro abaixo.

Peguei os dados da organização ultraconservadora The Heritage Foundation, 2016, pra não dizerem que são dados falsos.

Particularmente, achei muito alto o PIB capita brasileiro (na Wikipedia está um pouco menor), mas são os dados deles. Eu só reordenei a planilha.